viernes, 5 de marzo de 2010

VIOLETA

La violeta es introvertida
y su introspección es profunda.
Dicen que se esconde por modestia. No es asi.
Se esconde para poder captar el propio secreto.


Su casi no-perfume
es gloria sofocada
pero exige de uno que la busque.
No grita nunca su perfume.
La violeta dice levedades que no se pueden decir.


Clarice Lispector (Ucrania, 1920; Brasil, Río de Janeiro. 1977)
(Traducción: Haydée Jofre Barroso)

A violeta é introvertida
e sua introspecção é profunda.
Dizem que se esconde por modéstia.Não é.
Esconde-se para poder captar o próprio segredo.

Seu quase-não-perfume
é glória abafada
mas exige da gente que o busque.
Não grita nunca seu perume.
Violeta diz levezas que não se podem dizer.




No hay comentarios: